Sunday, May 1

ANA VIDIGAL, Lagos

Por fim, como deve ser, revela-se o segredo,
a deliciosa história está pronta a ser contada ao amigo íntimo;
(...)
Para tudo isto há sempre um segredo perverso, uma razão privada.
W. H. Auden

Peças maravilhosas que fazem parte do Consultório Sentimental (correspondência entre Ana Vidigal e Ruth Rosengarten durante a instalação O Véu da Noiva), 1999.

Quando sou boa sou boa, mas quando sou má sou melhor. Adorei ver ao vivo estes trabalhos da Ana Vidigal, adorei mesmo. Conheço o seu trabalho, acho-o super rico formal e conceptualmente... uma fonte fértil, inesgotável, onde o factor surpresa é uma constante.

Fiquei ainda mais emocionada quando vi uma peça com o título Mara. Quem me conhece sabe o porquê.
pormenor de Mara, 2004

No comments: