Monday, September 19

Paulo Damião

ISMBFY, 2005
Acrílico e óleo sobre tela, 162 x130 cm.


Foi no sábado que o Paulo inaugurou a sua exposição individual (com o lindo nome de Amor Branco-de-Chumbo) na Arte periférica. Tenho a sorte de ser sua amiga e de acompanhar o seu trabalho desde a faculdade... e adoro. A exposição vai lá estar até dia 2 de Novembro, a não perder! Muitos parabéns Paulo ;)

1 comment:

Pedro Ramos said...

Para o Pauleta!
Sem dúvida que este cabrão está a melhorar a cada pintura, este novo tipo de tratamento do corpo à Puvis-Chavannes, melhora em muito (se é que me faço entender, elas não precisam propriamente de ser melhoradas) as suas pinturas, intensificando cada vez mais a expressão de rosto, aumentando assim a sensação de voyeur pela nossa parte, e dando uma vida-morte cada vez maior às figuras andrógenas que habitualmente habitam as suas pinturas.
Muito bem Paulinho. muitos parabéns e continua: KEEP UP THE GOOD WORK!

Ass: Habitante da Carapinheira.
Eu agradecia que alguém avisasse o Pauleta de que há comnetários à sua pintura!